Sunday, March 15, 2009

Cortiça

National Geographic Portugal, Março 2009:

  • 800 mil milhões anuais em exportações portuguesas de cortiça.

  • O montado de sobro possui 50% da área mundial em Portugal e Espanha, sendo 23% da área total florestal de Portugal, cerca de 700 mil hectares. «O habitat em que se integra é riquíssimo, albergando espécies emblemáticas como o lince e a águia imperial, o que lhe permite apresentar-se como um caso de equilíbrio entre uma actividade socioeconómica lucrativa e a preservação de valores ambientais.»

  • «O espaço é um ambiente familiar para este material, dado que tanto a NASA como a ESA o aplicam nas suas missões, como escudos térmicos e isolante contra vibrações, prova das propriedades físico-químicas excepcionais: a sua estrutura molecular contém 90% de ar, o que lhe confere grande capacidade de compressão sem ser danificada. O facto de ser muito resistente ao fogo - herança genética do ambiente seco e quente em que vive - torna-a adequada a estruturas aeroespaciais.»

  • As rolhas: «Considerando todo o processo, incluindo a produção, transporte, engarrafamento e fim de vida, as emissões de CO2 (associadas ao fenómeno de aquecimento global) são dez vezes superiores nos vedantes plásticos e 24 vezes nas cápsulas de alumínio. Só o montado de sobro português fixa até 4,8 milhões de toneladas de CO2 por ano, prevenindo simultaneamente a desertificação e o empobrecimento dos solos (...).»

2 comments:

curse of millhaven said...

e longa vida à indústria corticeira!

Nia said...

podes crer ;)